08/03/2018

Dia Internacional da Mulher: 5 mulherões que me inspiram

Yesterday was amazing. I was so proud to march alongside so many of my favorite women and to see my community stand together for what we believe in. | @cottonandflax

Hoje, dia 08 de Março, é o Dia Internacional da Mulher - data que carrega cada vez mais importância para mim, como mulher e feminista que está inserida em uma sociedade machista e preconceituosa, e que procura lutar contra a correnteza diariamente. Sendo assim, minha forma de resistência está no questionamento diário dos padrões que me cercam e no enaltecimento das mulheres que, através de suas palavras e ações, me inspiram a, assim como elas, conquistar o meu espaço. Por isso, aproveitando a data e a inspiração, o post de hoje será dedicado a mulheres que me inspiram com o seu trabalho e ideais - citei cinco apenas, mas o post poderia ser quilométrico haha! Espero que gostem, e compartilhem nos comentários quais mulheres inspiram vocês diariamente!

1. Paola Carosella



Não há jeito mais justo de começar essa lista do que falando sobre a primeira inspiração pra esse post: a chef Paola Carosella. Quem vê a chef argentina sendo uma das juradas do reality MasterChef Brasil, não imagina a sua jornada para construir o seu nome na gastronomia (citei sua história de empreendedorismo aqui!) e chegar onde está agora: dona de restaurantes renomados, símbolo de dedicação, e sempre usando o seu espaço para falar sobre a luta das mulheres no mercado de trabalho. Ela, com certeza, é o exemplo claro de que uma mulher pode ser empresária, chef, mãe, e tudo mais que ela quiser!

2. Malala Yousafzai



Sem dúvida, quando penso em uma garota que me inspira, o nome da Malala vem logo à minha mente. A estudante paquistanesa, desde pequena, sempre foi uma garota dedicada aos estudos, e junto à família, sempre fez o possível para que pudesse estudar, assim como tantas outras crianças de sua cidade. Por conta disso, o Talibã (grupo fundamentalista) fazia diversas ameaças, querendo impedir que as meninas estudassem, mas Malala sempre tinha sua forma de resistir - ela inclusive manteve um blog em que contava, sob um pseudônimo, como era viver no regime do Talibã. Foi então que, no dia 09 de outubro de 2012, em um ataque cometido pelo Talibã no ônibus da sua escola, Malala levou um tiro à queima-roupa no crânio, sendo socorrida e tendo, depois, uma recuperação impressionante. A garota, que em 2014 se tornou a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz, virou um símbolo da luta pelo direito das mulheres à educação, mostrando-se uma inspiração para mim e tantas outras garotas ao redor do mundo.

3. Princesa Diana



Com o pouco que conheço da história da Família Real Britânica, já posso dizer que Lady Diana foi uma mulher incrível e, com certeza, uma grande inspiração pra mim. A inglesa, que se casou com Charles, filho da Rainha Elizabeth II, ficou conhecida como princesa do povo, pela sua forma de se aproximar e lidar com o povo inglês. Diana quebrou tradições reais, ditou tendências (ainda que despropositadamente), mas seus maiores feitos como membro da Família Real foram relacionados à filantropia, apoiando causas como o combate à AIDS e às minas terrestres. Ela, sem dúvida, foi a perfeita definição de princesa - uma mulher que tinha plena noção de sua inteligência, capacidade, amor e carisma.

4. Fernanda Montenegro



A rainha da atuação brasileira não podia ficar de fora dessa lista! Fernanda Montenegro é uma atriz brasileira que deu vida a grandes papeis no cinema e na televisão, tornando-se uma das maiores atrizes brasileiras de todos os tempos, e com certeza, uma grande inspiração para mim e tantas outras mulheres apaixonadas por arte. Além da carreira extensa e brilhante, Fernanda Montenegro foi a primeira latino-americana - e única brasileira - a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz, pelo seu papel no filme Central do Brasil, e a única atriz brasileira a levar o Emmy Internacional. Seu nome, com certeza, jamais deixará de ser referência para tantas mulheres da TV, do cinema, e apaixonadas pelas artes.

5. Ava DuVernay


Para encerrar essa lista, decidi falar sobre uma mulher incrível, mas que poucos comentam sobre: a diretora, produtora, roteirista e publicitária estadunidense Ava DuVernay. Ela, que começou a sua carreira no cinema como documentarista, foi a primeira mulher negra a ser indicada ao Oscar de melhor documentário, por A 13ª Emenda (um dos meus documentários favoritos!), e além dessa produção, seu filme Selma: Uma Luta pela Igualdade foi indicado ao Oscar de Melhor Filme e Melhor Canção Original. Ava usa seu espaço e voz para incentivar produções cinematográficas feitas por e para negros, sendo a criadora do ARRAY (inicialmente chamado de AFFRM - African-American Film Festival Releasing Movement), um movimento dedicado a produzir e divulgar produções independentes feitas, principalmente, por mulheres negras. O mundo precisa enaltecer essa mulher <3

Espero que tenham gostado do post de hoje, escrevi com muito amor! Sei que há outras tantas mulheres fantásticas, sejam atrizes, cantoras, guitarristas, pintoras, médicas, diretoras, roteiristas, cientistas, esportistas, jornalistas ou ativistas, portanto, aqui fica uma menção honrosa a todas as mulheres que conquistam o seu espaço em um mundo dominado por homens. Vocês são incríveis.

E agora, claro, eu não poderia encerrar esse post sem desejar um Feliz Dia da Mulher às minhas leitoras, que sempre me motivam a continuar escrevendo. Ser mulher é resistência, é força, união e poder. Que o dia de hoje seja um lembrete de que muito já foi feito, mas que ainda há muito para conquistar. Sejamos fortes e unidas, sempre.

Um beijo,
Malu

Nenhum comentário:

Postar um comentário