13/07/2017

Diário do Roacutan #05 - Quarto mês



Caraca, já se passou mais um mês do Diário do Roacutan, nem tô percebendo o tempo passar! Fico feliz em ver que o tratamento está acabando - e só com resultados positivos! Como sempre, estou aqui pra contar mais essa etapa desse processo, então chega de enrolação e vamos pro post!
Esse remédio é estritamente controlado e muito forte, portanto, você só pode tomá-lo com indicação e acompanhamento médico. Se você acha que o Roacutan pode resolver a sua questão com a acne, consulte um especialista, e então ele - e somente ele - poderá te dizer qual é a melhor forma de tratamento para o seu caso. Esse post não é nenhum tipo de apologia ou incentivo ao uso desse medicamento, é apenas um compartilhamento (de forma leiga e bem pessoal) da minha experiência com o Roacutan.
Como foi dito no post passado, minha dermatologista teve poucos dias disponíveis para consulta nesse último mês, nos quais eu sempre tinha algum compromisso, então eu acabei não tendo consulta de retorno nem marquei nenhum exame. Inicialmente, eu passaria umas duas semanas a mais sem ver minha dermatologista, mas acabei marcando consulta apenas no dia 22 de junho. Embora eu tenha passado esse tempo sem vê-la, bastante coisa aconteceu nessas semanas!

Comecei oficialmente o quarto mês no dia 01 de Junho. Como não tive consulta de retorno e portanto, não pude pegar o receita do remédio, eu teria de parar o tratamento por esse mês. Mas, por sorte, uma amiga minha tinha duas caixas de Roacutan sobrando do tratamento da mãe dela, então pude começar junho tranquilamente.

Dos efeitos colaterais, senti que meu lábio ficou ainda mais ressecado e sensível, e o meu nariz continuou sangrando por um tempo. Tive também dor de cabeça, mas acho que foi mais pelo cansaço do que pelo remédio em si, hehe. O tempo ficou meio maluco aqui em São Paulo, e nas últimas semanas, acabou ficando muito frio e bem seco, então tenho que redobrar meus cuidados quando o assunto é pele. Mas, por sorte, estou conseguindo lidar bem com tudo isso.

Sobre a pele, esse mês foi bem complicadinho por duas razões: a primeira delas foi o frio dessas últimas semanas, que ressecou ainda mais a minha pele (como eu disse aí em cima); e uma piora no quadro, já que tive umas espinhas no rosto e na parte externa das coxas. Os dois lugares tinham espinhas frequentes antes do tratamento, então não fiquei tão assustada, mas ainda sim estou mais alerta para ver se o quadro estabiliza nesse próximo mês.

Meu rosto está um pouquinho mais marcado e vermelho do que o último mês, mas sei que isso não representa algo negativo no tratamento. Como sempre, aqui estão as fotos (sem edição!):









Sobre as minhas costas, não tive nenhuma mudança no quadro, e isso já fez valer todo esse quarto mês de tratamento! É meio chatinho ver que o tratamento, pelo menos no rosto, tende a regredir um pouco antes de melhorar de vez, mas o importante é manter o foco e valorizar o quanto a minha pele já mudou desde fevereiro :)

E quanto ao retorno, minha consulta já está marcada para daqui uma semana, então irei trazer um feedback maior no próximo mês. Também terei de fazer exame de sangue, devido ao tempo que passei sem um acompanhamento mais rigoroso (isso, claro, foi indicação da dermatologista, já que tive pouquíssimas alterações no meu sistema durante o tratamento), mas isso não me preocupa. Além disso, acabei engordando um pouco, então se antes eu tinha chance de reduzir meu tratamento em 15 dias, agora continuarei com a estimativa de 6 meses mesmo.

Dito tudo isso, é bom trazer esse tipo de post aqui pro blog. De vez em quando, fico vendo as fotos dos outros posts e isso me dá motivação pra continuar firme com o tratamento, sempre visualizando os resultados mais positivos possíveis. Obrigada por tudo, pessoal!
Esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado! Peço perdão pela demora do post - tentarei acelerar esse processo no próximo Diário do Roacutan! Mais uma vez, agradeço por estarem comigo nesse processo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário