31/07/2016

O ano passou da metade, e agora?



Pra mim, julho é um mês de extremos. Ele é a junção da alegria em estar de férias com a constante – e desesperadora – sensação de que eu não fiz nada nesse meio ano que passou. Eu tento me cobrar cada vez menos quanto a isso, mas é inevitável ter essa sensação de vez em quando. Dia desses, quando esse feeling apareceu, resolvi espairecer e acabei montando uma listinha de coisas que me ajudam a ver a metade do ano (a que passou e a que está por vir) de um jeito muito mais positivo. Acabei gostando tanto que decidi compartilhá-la com vocês aqui no blog! Espero que gostem!

1. Reveja – e se precisar, mude! – sua lista de metas
Peguei o hábito de fazer uma mega lista de coisinhas pra realizar, a cada ano, há uns três anos. Ela me ajuda a ver como eu quero encarar o ano que está começando e qual será o meu foco. Mas isso não significa que eu vou manter os mesmos objetivos por 365 dias. A metade do ano é um bom período pra rever as metas e concluir que você progrediu, além de aproveitar pra pensar sobre quais outros objetivos você quer alcançar, estando na lista ou não.

2. Trace suas prioridades – e crie um plano para alcançá-las
Procrastinação é uma droga. Imprevistos são complicados. Agora que metade do ano passou, você já consegue ver o que está funcionando ou não pra você. Vejamos: você está indo bem no colégio, mas a matéria de química ficou acumulada, por exemplo? Trace um plano pra dedicar os primeiros dias de aula para estudar a matéria, e com o horário das suas aulas, ter 30 minutinhos pra estudar todos os dias. Conhecer as cartas que estão na sua mão é a melhor maneira de bolar uma estratégia para jogá-las, e então, ganhar o jogo.


3. Faça uma pausa
Às vezes, tanta coisa acontece no nosso caminho que acabamos perdendo o foco e o fôlego para concentramos em nós mesmos. Isso não significa que você não consegue ser produtivo, ou que a vida não merece ser vivida; apenas quer dizer que você não é uma máquina ligada nos 220 volts. Um pouco de ar fresco, umas horas sem o celular, ou simplesmente um banho quente fazem bem quando se precisa colocar a cabeça em ordem, pra depois seguir em frente com força total!

4. Um dia a mais
Ser negativo não tá com nada. Além de fazer com que você só veja um lado da situação (infelizmente, o pior lado) e carregue uma energia mega pesada, toda essa negatividade te deixa estagnado e sem qualquer motivação. Uma mudança de mentalidade, às vezes, é o empurrão que precisamos pra ver o mundo de outra forma. Não encare o dia que passa como “um dia a menos”, uma oportunidade perdida de fazer tudo aquilo que você queria; passe a encarar o dia que nasce como “um dia a mais”, uma nova oportunidade de correr atrás do que você quer. Além de deixar a vista a mais clara, o coração fica mais leve!

5. Let’s do this!
Agora vem o momento de levantar do sofá e correr atrás dos planos. Essa é provavelmente a dica mais clichê de todas, mas é verdade: ninguém vai realizar os nossos planos pra gente, então não adianta esperar algum resultado se você não correr atrás. Por isso, depois de ver as metas, traçar os planos e respirar bem fundo, é hora de partir pra ação! Já adianto: vão ter momentos de preguiça, a vontade de desistir pode aparecer, mas com certeza, no fim do ano, tudo vai valer a pena!
Esse foi o post de hoje, galera! Espero que essas dicas possam ajudar vocês de alguma forma! Ah, e me contem: como está o ano de vocês? Já alcançaram alguma meta que traçaram no início do ano? Contem aí nos comentários!