08/01/2016

6 coisas de 2015 que eu amei!

Imagem de light, fireworks, and sparklers
Pra mim, o Ano-Novo sempre foi uma época mágica: aumenta os nossos corações de esperança e nos faz, antes de seguirmos em frente, parar e lembrar o que aconteceu não só conosco, mas no mundo nesses 365 dias. Confesso: teve momentos em que eu só pensei em me inscrever pra colonizar Marte por causa de tanta coisa triste e tantos conflitos que marcaram o país e o mundo, mas houveram momentos em que eu tive agradáveis surpresas com os artistas que eu acompanho e com o que se tornava um trending topic em todas as redes sociais. Então, aqui está a lista de 6 grandes momentos, na minha opinião, desse ano de 2015, que renderam altos comentários e um grande sorriso no meu rosto. Vem ver!

1. A volta dos anos 90

Imagem de Clueless, grunge, and movie

Sempre prestei atenção no que ganhava o instagram das blogueiras e inundava as vitrines das lojas que eu amo. E nesse ano, eu simplesmente amei a tendência que marcou o gruarda-roupa de muuuita gente: o estilo descontraído vindo lá dos anos 90. As peças, que muitas vezes eram simples e ao mesmo tempo coringa nos looks fizeram a cabeça de uma baita galera - inclusive a minha. E confesso: agora é uma perdição assistir Friends, Patricinhas de Beverly Hills e outros clássicos dessa época - fico desejando absolutamente tudo!

2. Caitlyn Jenner


Acompanho há pouco tempo a vida da família Kardashian-Jenner, mas não precisa ser nenhum fã assíduo para ter lido sobre Bruce Jenner, que após se assumir como mulher e passar por processos de adequação de gênero, prefere ser chamado de Caitlyn Jenner. Além de ter ficado linda, Caitlyn levantou a discussão sobre transexualidade, que nos dias de hoje ainda é visto a olhos tortos como um assunto que não merece atenção, e mostrou que há ainda muito a ser ensinado e entendido. Um grande exemplo!

3. Universo Harry Potter


Desde que me entendo por leitora fanática, eu sou apaixonada por Harry Potter. Me bate uma dorzinha no peito só de pensar que faz quase cinco anos (!!) desde a estreia do último filme, e desde então, não teve nada de novo sob o sol do Potterheads. Então, vocês já devem estar imaginando minha alegria quando foi anunciado um novo filme no universo Harry Potter, dessa vez uma história inédita que se baseia nos registros do livro Animais Fantásticos e Onde Habitam. Achei que não podia ficar mais animada, mas depois do trailer, eu tive certeza: novembro, eu estou te esperando ansiosamente!

4. Feminismo

Imagem de adidas, white, and black

Foi nesse ano em que eu realmente me vi como feminista e passei a ler bastante sobre o assunto. E fiquei imensamente feliz de ver que, com um passo de cada vez, tal tema tem sido mais discutido e abrangido. Claro, ainda não estamos perto de conquistar tudo que queremos, mas já é uma etapa importante ver artistas como Lena Dunham, Beyoncé e Emma Watson falando abertamente sobre o tema, e ver inclusive revistas como a Capricho incentivando cada vez mais o girl power e apresentando o feminismo como um assunto que é necessário ser conhecido e discutido. We can do it!

5. What's wrong with being confident?



Aproveitando o termo girl power do tópico de cima, acho importante citar o assunto que muitas estrelas vêm mostrando e incentivando: o amor próprio. Aceitar-se do jeitinho que você é com certeza não é algo fácil, porém, ter palavras de apoio de seus ídolos sobre isso faz uma diferença enorme. Acho que aquelas que me surpreenderam bastante foram a Demi Lovato e a Selena Gomez, ambas com discos novos lançados e mostrando sua mais nova fase, totalmente seguras de si e autênticas à sua própria maneira. Já dizia a Demi: o que há de errado em ser confiante?

6. Back To The Future e Star Wars


As culturas pop e nerd são minhas paixões há um tempinho, e é incrível como elas têm garantido espaço das mais diversas maneiras! 2015 foi um ano marcante, em especial por dois motivos: no dia 21 de outubro de 2015, Marty McFly e Doc foram para o futuro, e em dezembro, houve o lançamento do Episódio VII de Star Wars. O que eu acho mais legal nisso tudo é o fascínio que causa nos fãs bem antigos e no poder que isso tem de conquistar fãs bem mais novos. É como se todos estivessem sendo apresentados a tais universos mais uma vez <3
E esse foi o post de hoje, espero que tenham gostado! E pra vocês: o que foi mais marcante em 2015? Comenta aí que eu vou adorar saber! Até o próximo post!

4 comentários:

  1. Adorei essas coisas também, o feminismo foi o que eu mais gostei, teve uma grande repercussão e crescimento no ano passado e espero que só continue assim ♥
    Beijos
    www.conversandocomalua.com

    ResponderExcluir
  2. 2015 foi um grande ano mesmo, um dos melhores da minha vida <3
    A volta das divas foram surpreendentes, seguindo!

    http://comum-dois.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. “Confesso: teve momentos em que eu só pensei em me inscrever pra colonizar Marte por causa de tanta coisa triste e tantos conflitos que marcaram o país e o mundo” Como eu não pensei nisso??????? Hahaha! Ai, Malu, a situação não seria tão cômica se não fosse tão trágica!
    2015 foi um ano e tanto! Não acredito que 2016 vá ser moleza, mas acredito que todas as dificuldades que vierem terão como consequências ainda mais fortes pois estaremos mais fortes. Talvez a palavra do ano anterior tenha sido surpresas. Boas e ruins. Umas em cima das outras. E o pior, ninguém sabia lidar com elas.
    Muito legal a ideia do seu post, bateu até vontade de fazer a mesma coisa. Eu também adorei a volta dos anos 90! A moda realmente faz a nossa cabeça! Por exemplo, eu assistia a Friends e ria da cara da Rachel por usar aquelas peças ridículas. Hoje, eu já olho com esperteza: vai que amanhã nós estaremos loucas em uma peça que a maluca da Phoebe usou?
    Caityln Jenner deu o que falar. E com razão. Concordo com o que disse!
    O trailer de Animais Fantásticos fez até o coração doer de saudades. Lembro-me como hoje quando eu era fanática por Harry Potter. Obviamente, o tempo passa e não me sinto mais como uma doida esvaecida pelo universo da série, mas continuo amando-a mesmo assim.
    O Feminismo ganhou MUITA força em 2015 e isso foi ótimo! Uma pena que tivemos uma enxurrada de machistas babacas opressores que parecem ter bosta ao invés de miolos. Porém, acho natural esse tipo de atitude quando um movimento ganha força. Sempre há aqueles que são totalmente contra. Ainda nesse nicho, achei genial os álbuns da Selena e Demi. Lembra do que te falei lá em cima? Que 2015 foi um ano completamente surpreendente? Pois bem, foi O ano em que eu virei quase uma fanzoca da Selena Gomez. O surpreendente nessa história toda é que eu odiava a voz da Selena, a achava totalmente sem timbre, mas, assim como o JB, ela evoluiu muito em suas músicas e abriu o coração. And what's wrong with being confident? (vi uma performance da Demi ontem dessa canção!)
    Back To The Future e Star Wars são temas totalmente escuros para mim. Não faço o tipo de girl nerd e você deve saber muito bem qual o meu tipo de filme favorito, mas ainda quero ver BTTT algum dia. Acho genial a história. E, mais ainda, a ideia do 21/10/2015!

    Chega por hoje. Após comentar tanto em seus posts, você nem deve me aguentar mais!
    Um beijo, Anna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2015 foi um ano de surpresas mesmo, ainda bem que tiveram muitas boas pra muita gente, inclusive pra gente, né?
      Eu também olho os figurinos das séries e filmes com mais cuidado agora haha, vai que vira tendência também?
      Lembro da sua época mega apaixonada por HP! Eu também fui perdendo um pouco desse frenesi, mas a essência ainda é a mesma!
      É sempre assim: uma minoria ganha força, e aí os opressores não suportam a ideia, mas é bom saber que estamos cada vez mais fortes!
      E vê sim Back To The Future, nem que seja só pra conhecer! Também só vi ano passado e olha: virou um dos meus filmes favoritos da vida!

      E por último: não para de comentar não, viu? Amo amo amo sua opinião aqui no blog!

      Excluir